Brasil

Cientistas publicam uma nova imagem de buraco negro para revelar um mistério escondido a 55 milhões de anos-luz

Os buracos negros são um dos eventos mais misteriosos do Universo

Esta es la imagen del agujero negro en el centro de la galaxia M87 obtenida por la red EHT (Event Horizon Telescope) en 2019 | Foto: Colaboración EHT

O consórcio internacional do Telescópio do Horizonte de Eventos (EHT) apresentou uma nova imagem do buraco negro supermassivo M87*, localizado no centro da galáxia Messier 87, a 55 milhões de anos-luz da Terra.

Esta imagem, capturada em 2017 e 2018, oferece uma visão ainda mais detalhada do buraco negro e seu entorno, fornecendo aos cientistas novos dados para melhor compreender esses misteriosos objetos celestes.

Um anel de luz e uma sombra: a imagem mostra um anel brilhante de gás e poeira quente girando ao redor do buraco negro.

Este anel, com um diâmetro de cerca de 40 bilhões de quilômetros, acredita-se que seja formado por material que cai em direção ao buraco negro e é aquecido até atingir temperaturas extremas. No centro do anel, observa-se uma sombra escura, que se acredita ser o impressionante centro desconhecido do próprio buraco negro.

A imagem também mostra um jato de gás saindo do buraco negro. Essa ejeção impressionante de energia, que se estende por milhares de anos-luz, acredita-se ser formada por partículas que são aceleradas a velocidades próximas à da luz pelos campos magnéticos do buraco negro.

Event Horizon Telescope Collaboration

Um marco científico: A nova imagem do EHT é um marco científico que nos aproxima de uma melhor compreensão dos buracos negros e de como eles funcionam. A imagem fornece evidências adicionais da existência de buracos negros supermassivos e confirma as previsões da teoria da relatividade geral de Einstein.

“Esta imagem é um avanço significativo em nossa compreensão dos buracos negros. Ela nos permite estudar a estrutura e a dinâmica do ambiente do buraco negro com um detalhe sem precedentes”, disse Sera Markoff, co-diretora do EHT, de acordo com o site oficial do conglomerado de telescópios.

Tags

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


NÓS RECOMENDAMOS