Brasil

A surpreendente vitória da ULA e seu CEO Tory Bruno: Eles conseguiram igualar a SpaceX na guerra dos foguetes

Este poderia ser o seu grande ano

Tory Bruno (Cuenta de X)

Nos últimos anos, surgiram diferentes empresas dedicadas a explorar o espaço. Embora SpaceX de Elon Musk seja a mais conhecida e bem-sucedida no campo, há outra que já está competindo com ela.

Falamos da United Launch Alliance (ULA), empresa sob a liderança de Tory Bruno e que conseguiu se posicionar na indústria aeroespacial.

A jornada da United Launch Alliance (ULA)

A empresa nasceu da fusão entre a Boeing e a Lockheed Martin em 2006, época em que a SpaceX ainda não parecia um grande concorrente.

No entanto, ao longo dos anos, a empresa de Elon Musk começou a acumular sucessos e acabou por revolucionar o mercado com seus foguetes Falcon 9, que são reutilizáveis e têm preços mais baixos.

Em 2014, a empresa contratou Tory Bruno como CEO. Naquela época, a empresa era conhecida por sua qualidade, mas também por seus altos custos.

A resposta de Bruno foi o desenvolvimento do foguete Vulcan Centaur, um veículo mais eficiente e com potencial de reutilização, graças aos motores BE-4 da Blue Origin.

O maior feito em anos

Embora o caminho para o Vulcan Centaur tenha sido cheio de atrasos e desafios, o seu lançamento inaugural está programado para janeiro de 2024, o que será um dos maiores marcos para a ULA.

Além disso, essa nova abordagem da ULA tem sido refletida na recente atribuição de contratos pela Força Espacial dos Estados Unidos.

Recentemente a Força Espacial dos EUA tinha 21 contratos para distribuir. Desses, a ULA obteve 11 lançamentos por 1,3 bilhões de dólares, desafiando diretamente seus únicos concorrentes: a SpaceX, que recebeu 10 lançamentos por 1,2 bilhões de dólares.

Assim, este poderia ser o ano chave para a empresa dirigida por Tory Bruno. E quem sabe, talvez possa em breve competir com os gigantes da corrida espacial privada.

Tags

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


NÓS RECOMENDAMOS