Brasil

Sam Altman fez essa previsão sobre a IA em 2021 e parece que acertou

Ele fez afirmação ousada sobre o futuro da IA em 2021 e se sente confiante

Sam Altman

Por momentos parece que o futuro de metade da humanidade dependerá do rumo que a indústria de Inteligência Artificial (IA) tomará e, nesse cenário tão complexo, Sam Altman se tornou uma referência obrigatória para todos.

Acontece que o cavalheiro, muito antes de a loucura e a febre atual que se vive com a OpenAI ser liberada, fez uma série de previsões sobre o que considerava que aconteceria no futuro no setor de IA.

Naquele momento, suas declarações pareciam aventureiras, complexas de dimensionar e até mesmo fora de qualquer proporção viável para o cenário vivido naquele momento. Até mesmo para alguém que acredita que a Inteligência Artificial possa acabar com a humanidade.

Mas há poucos dias, comemorou-se o aniversário do momento em que fez as afirmações sobre o que estava por vir, e parece que aos poucos algumas das coisas que decretou estão se cumprindo.

Hoje colocamos em contraste o que ele disse há alguns anos atrás com sua perspectiva atual sobre esse mesmo assunto para nos dar uma ideia de como o executivo visualiza o mundo atual.

Sam Altman diz que está satisfeito com os rumos

Era o mês de setembro de 2021 quando Sam Altman usou sua conta do X, na época o Twitter, para fazer uma pequena previsão sobre como a indústria de IA cresceria num futuro próximo.

Para aquele momento em que redigiu a publicação, o panorama era muito diferente e os custos de inicialização e manutenção desses projetos eram astronômicos. Sob tal contexto, isso foi o que ele disse:

“Os custos da inteligência e da energia estão a caminho de se aproximarem de zero. Certamente não chegaremos lá nesta década, mas até 2030 ficará claro que a revolução da Inteligência Artificial e a energia nuclear e renovável nos levarão até lá”.

Naquele momento, Sam Altman estava falando de certa forma sobre o uso de energia nuclear como uma maneira de reduzir os custos de manutenção de um projeto de IA. Parecia louco, mas os gastos eram mais do que altos.

Hoje em dia, parece que esse cenário tem vindo a mudar pouco a pouco e na véspera de Natal, justo antes do Natal, o CEO da OpenAI revisitou de certa forma o assunto com outra publicação em X.

Altman "sente-se bem" sobre sua previsão de 27 meses, ou seja, mais de dois anos, desde que foi publicada, e afirma que é possível que até mesmo o GPT-7 seja gratuito em algum momento, enquanto o GPT-8 pode ter algum custo.

Isso mais ou menos é experimentado hoje em dia com o uso do Bing Chat ou da própria plataforma ChatGPT, que em sua versão mais básica não tem custo.

Tags

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


NÓS RECOMENDAMOS